Como funciona o motor de um foguete

Afinal de contas, Como funciona o motor de um foguete, se o espaço não tem ar?

Como funciona o motor de um foguete
Os aviões, ao contrário de um foguete, utilizam o ar ao seu redor para poder se locomover, tanto nos aviões com hélice aos aviões com turbinas. Eles simplesmente aproveitam o ar que passa pelas suas hélices ou turbinas, jogando-o para trás, ocasionando um movimento à frente.

Um foguete espacial também utiliza do fenômeno da ação e reação, mas de uma forma um pouco diferente.

Como funciona o motor de um foguete

Imagina uma arma de fogo, quando você dá um tiro, sente na sua mão ou no seu ombro, dependendo da arma, o soco que ela dá. A ação do projétil sendo impulsionado gera uma reação da arma que é sentida pela atirador.

Essa reação é diretamente proporcional a diferença de massa entre os dois objetos, a arma e o projétil. Se o projétil tivesse a mesma massa da arma, a força gerada no tiro seria a mesma do soco da arma, imagine a situação.

Esse fenômeno da ação e reação, chamado na física de momento, também acontece no vácuo.

Assim esse princípio é utilizado no motor de um foguete só que em uma maior proporção.

O Motor do foguete funciona como uma cabeça de fósforo. Uma vez dada a partida ele vai queimar até o final. Não tem como parar. Por isso que se utiliza combustível sólido. Se o combustível fosse líquido ele iria queimar de forma muito rápida e seria uma bomba ao invés de um motor.

Como funciona o motor de um foguete

O combustível é queimado no interior do motor e expelido para fora em alta velocidade, gerando uma ação contrária, movendo o foguete na outra direção.

Normalmente um foguete utiliza combustíveis sólidos, mas que na sua queima onde ele é transformado em gás, sua massa não muda, somente a sua forma que era sólida.

Aprenda a montar o seu próprio foguete aqui.

Deixe seu comentário.

Porque um balão faz barulho quando estoura

Balão.

balão

A questão de hoje é a seguinte: Porque um balão, ou qualquer outro recipiente, faz barulho quando estoura? Na verdade ele não faz barulho nenhum, é o nosso tímpano que reage gerando esse ruído, um fenômeno natural.

Todo recipiente como um balão, um pote com tampa, um saquinho plástico ou um pneu, que são capazes de suportar uma pressão interna maior que a externa, ao serem rompidos abruptamente, geram um ruído de explosão. E esse ruído não é gerado quando ele é aberto suavemente.

Balão e Propriedades do Som

Como sabemos, o som nada mais é do que um deslocamento de ar, podemos perceber quando falamos, pois liberamos uma quantidade de ar pela boca. Da mesma forma podemos perceber esse efeito em um alto falante. Colocando um copo plástico na sua frente quando ele está em funcionamento, iremos perceber que o copo, vazio é claro, irá se movimentar.

Por ser um deslocamento de ar, o som de um show por exemplo, pode ser ouvido de mais longe ou mais perto, dependendo da velocidade e direção do vento. Tudo isso com a mesma potência sonora.

Se as caixas de som do show estiverem direcionadas na sua direção e você estiver bem longe, se o vento estiver assoprando para a sua direção você irá conseguir escutar. Se o vento estiver na direção oposta o som abafa e morre.

Como o vento não é constante, pode ocorrer o efeito doppler. Que é quando as ondas sonoras se defasam. Por isso que o som pode ficar mais grave ou mais agudo.

Esse efeito doppler ocorre quando um carro com som alto passa ao nosso lado. A medida que o carro vai se afastando o som vai ficando mais grave.

Mas porque a explosão do balão? Quanto mais abrupto essa liberação do ar preso na seu interior, maior será a onda de ar que irá se dirigir ao nosso tímpano, que é muito sensível. Uma vez o tímpano sendo atingido, ele irá gerar o ruído da explosão.

Leia mais.

Não esqueça de deixar sua opinião sobre esse post nos comentários.